segunda-feira, abril 03, 2006






Hoje, passei a tarde com as minhas Abelhinhas, algures no colmeal (apiário) do Ciborro. No bolício da tarde voando de Rosmaninho em Rosmaninho, carregando o precioso nectar sem parar, a tarde já vai alta e o rosmaninho hávido da sua visita. Esta é uma paisagem impar, em fundo um grande lago, onde rompe pelos seus braços o som do barco da Escola de Ski do Alentejo, onde turistas de todo o mundo veêm deliciar-se com o nosso sol, a serenidade da paisagem, o sossêgo e a gastronomia que não tem rival, este é um exemplo de coabitação positiva, que dá vida a estas paragens.
Hoje foi dia de controlar a enxameação, retirando os alvélolos reais da colmeia para que não saiam enxames. Há chegada lá estava um enxame acabadinho de sair, pendurado na esteva, como que á nossa espera, adivinhando que lhe trazíamos a desejada casinha, a colmeia.
É um trabalho duro, para quem não ama estes seres fantáticos.
Aqui ficam algumas fotos para apreciar.

4 comentários:

girassol disse...

Ficou aqui o zumbido, o cheiro a rosmaninho, o sol do Alentejo, até o cheiro forte das estevas...
Quero um potinho desse mel!...
Obrigada! por trazeres aqui este mimo.

plenitude disse...

Todas as fotos são fantásticas! Adoro a primeira!
És um ser em plenitude quando estás com as tuas abelhas com as tuas abelhas!

oasis dossonhos disse...

Subscrevo o que há de bom nas palavras antecedentes e chamo a atenção para a mensagem que deixei nos comments anteriores.
Abraço
L.

girassol disse...

Abelhinha mestra zumbindo ao sol do Alentejo, na luz nossos dias preenches assim...

Beijo em ti